SEMENTEIRA

Notícias colhidas de hortas urbanas e periurbanas, familiares, privadas, públicas e comunitárias

Uma horta na Paulista

2 Comentários

IMG_3680IMG_3713

Pouca gente sabe, mas existe uma horta comunitária em plena avenida Paulista.

A Horta do Ciclista, localizada no canteiro central da avenida, entre as ruas Bela Cintra e Consolação, foi criada em outubro de 2012. Como sempre, a ideia de cultivar hortaliças no coração do centro empresarial de São Paulo surgiu de moradores e frequentadores da região que, organizando-se através da internet, conseguiram reunir esforços e materiais para criar essa horta tão emblemática. O estacionamento em frente cede a água necessária para as regas. Quem trabalha por ali aproveita para dar uma passada e molhar as plantas durante a semana. Salsinha, manjericão, girassóis, milho e até pimentão despontam em meio ao bloco de concreto e resistem bravamente à secura do ar carregado de metais pesados, eliminados pelos carros. Pois bem, a horta não tem adubos e pesticidas químicos, mas não pode fugir da poluição local.

IMG_3729IMG_3697

Não há lavagem que consiga retirar os metais pesados das hortaliças ali cultivadas, pois a contaminação está na estrutura da planta e não na sua superfície, como é o caso de alguns agrotóxicos. Então por que plantar em plena avenida? A resposta talvez esteja no contentamento, na satisfação dos paulistanos que passam algumas horas ali na horta, esquecidos do trânsito, do barulho, e até do ar poluído. Uma manhã celebrada ali nos canteiros, muitas vezes em meio a gente que não se conhece, mas que se reconhece na necessidade de curtir a cidade, de se apropriar do espaço público, de se sentir dono da sua metrópole, cuidando do lugar onde, afinal, passamos a maior parte da nossa vida – ainda que sonhando com a praia ou o mato lá longe.

IMG_3763IMG_3757

A horta urbana comunitária é uma resposta da sociedade civil para o excesso de poluição na cidade, para o medo da violência – fazemos questão de não nos enclausurarmos em casas e condomínios de muros gigantescos, pois acreditamos que o melhor meio de lidar com a violência é conhecer e conviver com seu vizinho. Manter a natureza viva na cidade, plantar e ver o ambiente se enchendo novamente de borboletas, insetos e abelhas, incentivar a produção e o consumo de alimentos locais são uma resposta à ameaça ao meio ambiente. Adianta fugir e se mudar para o mato? Não, isto não é solução. Queremos melhorar a qualidade de vida na metrópole. Somos guerrilheiros verdes, semeando vida e celebrando o amor!

IMG_3676IMG_3746

Anúncios

Autor: fedanelon

Sou jornalista e fotógrafa e, após atuar como repórter e editora na MTV, TV Cultura, Band, Metro Jornal e Revista Trip, hoje trabalho de forma independente, cobrindo os temas de agroecologia e segurança alimentar. Ultimamente tenho me dedicado à implantação do Instituto Guandu, que realiza coleta sustentável, compostagem, horta urbana e ecogastronomia.

2 pensamentos sobre “Uma horta na Paulista

  1. acho isso também, não adianta fugir pro mato e esquecer dos perrengues que o povo passa por aqui. aqui é justamente o lugar que precisa de pessoas com boas ideias, boas intenções e boa vontade de, mesmo que pouco a pouco, mudar o cenário cinzento e sujo da nossa metrópole… que nem você! muito boa iniciativa, quero fazer algo do tipo aqui em Osasco. como eu faço? beijos!

    • Laura, dê uma olhada no post “10 passos para fazer uma horta comunitária”; e entre no grupo Hortelões Urbanos no Facebook para angariar voluntários, material e ferramentas! Depois, mãos à obra! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s